• Ponto Care®

COVID-19: FARMÁCIAS SÃO INCLUÍDAS NO PLANO DE VACINAÇÃO


O Governo de São Paulo anunciou, na segunda-feira (07/12), que está pronto para aplicar a vacina CoronaVac na população do Estado, a partir de 25 de janeiro de 2021. Em coletiva de imprensa, a gestão estadual revelou que já possui 5,2 mil postos de vacinação nos 645 municípios paulistas, contudo, visa ampliar esse total para 10 mil pontos de imunização, em um plano que deverá incluir farmácias, escolas, quartéis da polícia militar (PM), estações de trens e ônibus e sistemas drive-trhu.


“Nós iniciaremos a campanha vacinal agora, em 25 de janeiro [do próximo ano], e temos, sim, esses insumos, agulhas e seringas para vacinar esse público. Dessa maneira, não será necessário fazer aquisições, aguardo de licitações, porque nós já disponibilizamos em nosso estoque esses materiais", informou o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, em matéria publicada no G1.


Grupos prioritários


Ainda de acordo com o anúncio, o Plano Estadual de Imunização será divido em cinco etapas. Nesse sentido, o primeiro grupo a ser imunizado engloba profissionais de saúde, indígenas e quilombolas, além de idosos.


"O público-alvo da primeira fase da vacinação são as pessoas com 60 anos ou mais, que correspondem a 7,5 milhões de pessoas, trabalhadores de saúde, que são os nossos grandes agentes na linha de frente salvando vidas, quilombolas, indígenas, que são 1,5 milhão de pessoas e a prioridade são os trabalhadores de saúde, num total de 9 milhões de pessoas", revelou a coordenadora de controle de doenças da Secretaria Estadual da Saúde, Regiane de Paula.


Horários

Outras informações reveladas durante a coletiva estão relacionadas aos horários previstos para a vacinação. Segundo a Veja, o cronograma prevê que a iniciativa ocorrerá de segunda a sexta, das 7h às 22h; e aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 17h.


A vacina

Desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, o antígeno contra o novo coronavírus ainda passa pela fase 3 dos testes, em que a eficácia precisa ser comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nesse sentido, o Governo de São Paulo prevê que os documentos sobre os resultados do estudo com a Coronavac sejam entregues ao órgão sanitário no dia 15 de dezembro deste ano.


Fonte: ICTQ

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Endereço:

Rua Dom Juvêncio de Brito, nº 229, sala 401

Freguesia (Jacarepaguá)

Rio de Janeiro - RJ, 22755-200

Escritório central:
Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 8h às 18h.

Telefone:
++55 21 99972-0120

Vamos conversar?

Clique aqui

Menu

Menu

Onde estamos

Whatsapp:

+55 21 99884-3110